Desperta seu sorriso saudável

Cultura Organizacional

CULTURA ORGANIZACIONAL: Um time produtivo é um time feliz.

A busca pela felicidade é uma constante do ser humano e, se pensarmos nas organizações, essa felicidade se traduz pelo sucesso evidenciado quando seu propósito acontece na prática. Especialmente quando esse propósito é validado pelos seus colaboradores, clientes e parceiros. Por esse motivo, estabelecer valores + crenças e comunicá-los claramente deve ser tarefa básica para reforçar o que é importante numa cultura organizacional.

Mas o que é CULTURA?

Cultura é um conjunto de tradições, crenças e costumes de um grupo social que funciona como uma identidade coletiva. Sendo o ser humano um ser social, querer ser parte de um grupo que tenha características próprias e que esteja alinhado ao que acredita é praticamente uma necessidade.

De acordo com o autor Smircich (1983), podemos perceber que a cultura das organizações recebe influência dos níveis mais abrangentes da cultura (nacionais, regionais, sociais etc.).

Por isso, é considerada como uma ferramenta variável que pode ser utilizada para aplicar estratégias e canalizar o rumo das empresas.

Como definir uma CULTURA ORGANIZACIONAL?

Charles Handy, escritor e filósofo, foi um especialista em cultura corporativa e trouxe os conceitos de 4 tipos de cultura:

1 – De poder: Há uma centralização do poder. O foco é muito voltado para o resultado. No entanto, as ações são realizadas na base do comando x controle.

2 – De papéis: Caracteriza-se pela estruturação de processos e baixa flexibilidade.

3 – De tarefas: Foca-se na execução de atividades voltadas para resoluções de problemas.

4 – De pessoas: Tem uma característica de forte integração do time, com um foco maior para a gestão de talentos.

Confira algumas dicas essenciais para trabalhar e construir uma cultura para sua organização:

1- Entenda a história da organização: o que a trouxe até esse momento, quem são personagens (mitos e heróis) que fazem parte da história dela, em que contexto foi fundada, ou seja, quem marcou e fez a diferença ao longo da sua história;
2- Faça o diagnóstico da organização: faça leitura do ambiente, interpretando também o que não é claramente dito;
3- Converse com as pessoas: entenda se a percepção da liderança é a mesma dos demais colaboradores, se o que os líderes acreditam e falam são refletidos em ações concretas nos times;
4- Defina crenças e valores: Deixe claro no que sua organização acredita e o que ela almeja, baseando-se no que é valorizado pela instituição e nos rumos que ela quer seguir;
5- Comunique: as pessoas da organização precisam ter clareza do que é aceitável nessa cultura e o que não é;
6- Reforce a cultura: por meio de rituais e cerimônias que ajudem a fortalecer os conceitos.

LIDERANÇA E CULTURA

A cultura organizacional é o reflexo do comportamento humano nas empresas. Em uma corrida acirrada e volumosa pela atenção pública, organizações de todo o mundo tentam se destacar criando estilos alternativos de gestão e perfis de líderes que sejam uma referência no mercado.

A partir disso, as relações de liderança têm ganhado destaque e atraído considerável atenção, porque são as habilidades do líder fundamentais para definir a natureza, a direção e o impacto da gestão.

Há uma tendência, em meio ao avanço exponencial tecnológico, o conceito de uma liderança mais humanizada, que tenha um olhar mais empático e abrace equipes diversas tem sido cada vez mais valorizado nas organizações.

Cultivar uma cultura consciente é um bom caminho para o sucesso!

Uma cultura forte é uma cultura na qual os valores essenciais são intensamente acatados e compartilhados de maneira ampla. Quanto mais pessoas aceitarem os valores essenciais e maior for o comprometimento com eles, mais forte é a cultura e maior sua influência sobre os membros da organização e fora dela. Quando isso ocorre, todos aqueles que conhecem sua marca percebem, com uma maior facilidade, a missão e os valores da organização.

Independente do segmento da empresa, o clima organizacional é o principal indicador de satisfação ou insatisfação dos colaboradores. Portanto, é interessante que a empresa analise quais ações impactam o clima e busque aplicar melhorias e inovar a cada avaliação feita. As pessoas querem participar, se sentir parte, para isso elas precisam ser ouvidas. E é desta forma que elas engajam com a cultura e posicionamento da empresa.

E aí, ficou pensativo? Seu trabalho valoriza algumas dessas iniciativas?

Estimulando um relacionamento saudável, descontraído e produtivo, uma empresa que conta com um canal acessível de comunicação pode cativar e fortalecer um vínculo de dentro para fora, mantendo o time sintonizado nesse alinhamento.

Nós da Clin, por exemplo, possuímos um caráter inspiracional para buscar novas abordagens e a motivação para alcançar o sucesso. Por esse motivo, Buscamos preservar a harmonia no ambiente de trabalho, seguimos com o nosso objetivo de fazer o mundo todo sorrir.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.