Categoria: Dicas de Saúde

Ao olhar despercebido, elas parecem atitudes inofensivas. No entanto, em alguns casos, de acordo com o que a frequência em que elas acabam sendo feitas, elas podem se tornar algo grave, como, por exemplo, palitar os dentes. Os hábitos diários refletem muito na saúde bucal e por isso é preciso estar sempre atento para se manter saudável. 

 

 	
Ir dormir sem escovar os dentes


 

Lembra quando a mãe diz ‘’Você tem que escovar os dentes antes de dormir!” Esta afirmação é extremamente válida até na fase adulta. Responsável por umedecer os dentes fazendo uma lavagem superficial, a saliva é uma aliada quando o assunto é remoção de restos de alimentos da boca – uma vez que ela também ajuda a deglutição. Porém, no período da noite, o fluxo salivar acaba diminuindo, o que torna a boca quente e úmida, propiciando a proliferação de bactérias. É aí que entra a importância da higienização bucal antes de dormir. Por isso, sempre escove bem os dentes antes de dormir! 


 	
 Palitar os dentes


 

Palitar os dentes não é a mesma coisa que passar o fio dental! Muitos acham que esta atitude também está correta, porém, o palito de dente pode causar problemas na gengiva e até causar algo mais sério como lesões. Utilize sempre o fio dental! 

 

 	
 Roer unhas 


 

Além de trazer uma série de bactérias e fungos para a boca, roer unhas desgasta os dentes, e isso pode fazer com que a sua saúde bucal seja prejudicada. Evite tal hábito! 

 

Além desses, outros costumes são tão prejudiciais quanto. Alguns exemplos que também merecem ser citados são: abrir as embalagens de plástico com os dentes e consumir alimentos muito duros. Fique atento ao que pode prejudicar a sua saúde bucal e erradique esse hábito da sua vida. Além disso, mantenha visitas regulares ao seu dentista. …

Três hábitos que prejudicam a saúde bucal

Ao olhar despercebido, elas parecem atitudes inofensivas. No entanto, em alguns casos, de acordo com o que a frequência em que elas acabam sendo feitas, elas podem se tornar algo grave, como, por exemplo, palitar os dentes. Os hábitos diários refletem muito na saúde bucal e por isso é preciso…

Saiba mais
Bráquete quebrado, fio soltando ou borrachinha que saiu do lugar. Esses são problemas comuns para aqueles que fazem ou já fizeram um tratamento ortodôntico. Para evitar esse tipo de situação, indicamos algumas dicas a serem seguidas tanto de hábitos quanto na dieta. É válido frisar que a higiene bucal de forma adequada, aliada a uma alimentação balanceada, é essencial para obter um sorriso bonito e saudável. Siga as nossas dicas de alimentação!

 

 

 	
Evite alimentos duros 


 

Não são recomendados: nozes, frutos secos, pipoca, rapadura, pirulito entre outros alimentos duros. Eles podem ser difíceis de mastigar e isso pode facilitar a quebra de partes do aparelho. O ideal é sempre partir esses alimentos para ingerir.

 

 

 	
Evite alimentos pegajosos e  muito fibrosos



 

Os alimentos pegajosos como chicletes e balas, além de possuir um alto índice de açúcar – estimula o surgimento de cáries -, dificultam muito a higienização bucal, assim como também alimentos fibrosos como, por exemplo, manga. É bom evitar, mas se for consumi-los, o indicado é fazer a higienização bucal logo em seguida. 



 	
Prefira verduras e legumes cozidos


 

Além de serem nutritivos para o seu organismo, no início do tratamento ortodôntico é ideal consumir verduras e legumes cozidos ou amassados, como por exemplo, purê de batatas ou abóbora. 

 

 	
Consuma alimentos macios
 

 

Alimentos que não precisam de tanto esforço para mastigar são bem indicados. Prefira alimentos nutritivos que reforcem a sua saúde no geral e também te auxiliem no tratamento ortodôntico. 

Seguindo as recomendações do seu dentista direitinho, o tratamento ortodôntico passa rapidinho. Por isso, faça a higienização de forma adequada e prefira alimentos que não prejudiquem o seu tratamento. 

 

Leia também: QUAIS CUIDADOS DEVO TER COM MEU APARELHO ORTODÔNTICO?…

Aparelho ortodôntico Vs Alimentação

Bráquete quebrado, fio soltando ou borrachinha que saiu do lugar. Esses são problemas comuns para aqueles que fazem ou já fizeram um tratamento ortodôntico. Para evitar esse tipo de situação, indicamos algumas dicas a serem seguidas tanto de hábitos quanto na dieta. É válido frisar que a higiene bucal de…

Saiba mais
A saúde começa pela boca – e, inclusive, já falamos sobre isso aqui -, e para aguentar a energia do período carnavalesco é preciso ter uma alimentação saudável, hidratação adequada e fazer a higienização bucal de forma correta para depois não ter problemas. Então siga estas 5 dicas a seguir!

 

 	
Beba água 




Para suportar a programação intensa é preciso investir muito na hidratação. Água mineral e água de coco irão ajudar a repor as energias. Vale ressaltar que as bebidas alcoólicas desidratam, então, o recomendado é não exagerar e sempre beber água mineral. 

 

 	
  Prefira alimentos ricos


 

No meio da folia é mais fácil encontrar para vender alimentos gordurosos e frituras. Então, antes de sair de casa é preciso ter uma alimentação reforçada. Dê preferência a alimentos como: frutas, cereais e outros carboidratos que te darão energia para aproveitar o festejo. Na rua também é preciso analisar as condições de higiene do local antes de comprar o seu lanche. Preze pela sua saúde em primeiro lugar!

 

 	
  Higienização bucal correta


 

Por mais que sejam dias mais descontraídos é preciso estar atento a sua higiene bucal. Escovar os dentes, passar o fio dental e, se houver recomendação do seu dentista, utilizar o enxaguante bucal, é primordial, no mínimo três vezes ao dia. Preze pela sua higiene bucal para não ter problemas posteriores, tá? 

 

 	
   Vista roupas leves


 

Prefira roupas confortáveis e leves. Evite roupas que absorvem muito calor, como, por exemplo, as que tem cores escuras. Isso vai te deixar mais à vontade!

 

 	
 Conte com o Doutor Clin 


 

O doutor Clin é um dentista real que está 24 horas disponível para te orientar em casos de emergência. Ele atende todos os beneficiários da Clin através do ClinApp. Se houver alguma emergência ou surgir alguma dúvida odontológica, ele estará pronto para te atender! Basta fazer o download do ClinApp – Disponível para Android e IOS. …

Cuidados durante a folia carnavalesca

A saúde começa pela boca – e, inclusive, já falamos sobre isso aqui -, e para aguentar a energia do período carnavalesco é preciso ter uma alimentação saudável, hidratação adequada e fazer a higienização bucal de forma correta para depois não ter problemas. Então siga estas 5 dicas a seguir!   …

Saiba mais
Apesar de ter início só nesta sexta-feira (09), o carnaval já vem embalando os ritmos de quem espera ansiosamente a folia desde a virada do ano, com as famosas prévias. A paquera e a animação tomam conta do agito,  porém, é preciso ter uma atenção redobrada com a saúde bucal, uma vez que doenças transmitidas pela boca são mais suscetíveis a aparecer nesta época. Saiba quais são as três doenças  transmitidas pelo beijo mais comuns e como se prevenir. 

 
Mononucleose:
Conhecida popularmente como doença do beijo, a mononucleose tem como principal vetor de transmissão – como o próprio nome popular diz -, o contato pelo beijo. Porém, ela também pode surgir através do vírus EBV (Vírus Epstein-Barr), que é da mesma família do vírus da Herpes, podendo ser transmitido pela saliva. Por isso, estar perto de alguém tossindo, ou espirrando, e tomar o famoso “golinho’’ da bebida do amigo também pode transmitir o vírus. Os sintomas podem variar em cada organismo, como febre, dor de garganta e ínguas no pescoço.

 
Herpes:  
A transmissão se dá por meio do contato direto com as lesões das pessoas que já estão infectadas e principalmente pelo beijo. Ela pode infectar  tanto a região dos lábios ou da região íntima. Os sintomas podem variar entre lesões avermelhadas ao redor dos lábios, formigamento, febre, dor de garganta e bolhas amareladas. 

 
Candidíase:
Conhecida popularmente como sapinho, a candidíase, causada por fungos Candida, atinge em especial as pessoas que estão com a imunidade baixa e um dos principais meios de transmissão é o beijo. Os sintomas geralmente são pequenas lesões avermelhadas ou esbranquiçadas na língua, podendo até causar dor. 

Como se prevenir dessas doenças? 
 

Para evitar, é preciso ficar atento em quem vai beijar e não exagerar na troca de parceiros. Além disso, é importante se preocupar com a  imunidade, mantendo as horas de sono em dia, ingerindo alimentos ricos em vitaminas, se hidratando sempre e, claro, mantendo a higiene bucal em dia. 

 

Lembrando que os sintomas podem variar em cada organismo e, por isso, qualquer alteração é preciso procurar o especialista responsável. …

Doenças transmitidas pelo beijo

Apesar de ter início só nesta sexta-feira (09), o carnaval já vem embalando os ritmos de quem espera ansiosamente a folia desde a virada do ano, com as famosas prévias. A paquera e a animação tomam conta do agito,  porém, é preciso ter uma atenção redobrada com a saúde bucal,…

Saiba mais
Já dizia o velho ditado “Saúde começa pela boca”. Muitos podem não acreditar nisto, mas a verdade é que a boca tem tudo a ver com o funcionamento do organismo. As infecções causadas por vírus, bactérias, parasitas ou fungos podem começar na boca e ir além, atingindo outros órgãos e, consequentemente, causando sérios problemas. 

Quando bactérias entram no organismo, por ingestão ou pela circulação sanguínea, podem causar um desequilíbrio, ocasionando em algum tipo de doença como, por exemplo, problemas como gastrite, endocardite inflamatória e até partos prematuros.

As consequências muitas vezes podem ser graves, podendo levar o paciente até mesmo a tratamentos complexos. No entanto, quando é feita a higienização diária, de forma correta, e mantendo as visitas ao dentista em dia, esses problemas tem uma probabilidade bem baixa de ocorrer. Qualquer alteração na boca, é primordial entrar em contato com seu especialista. Não esqueça: Saúde começa pela boca sim! 

 …

Infecção bucal pode fazer mal aos outros órgãos do corpo?

Já dizia o velho ditado “Saúde começa pela boca”. Muitos podem não acreditar nisto, mas a verdade é que a boca tem tudo a ver com o funcionamento do organismo. As infecções causadas por vírus, bactérias, parasitas ou fungos podem começar na boca e ir além, atingindo outros órgãos e,…

Saiba mais