Categoria: Dicas de Saúde

A dor de dente é um incômodo que, na maioria das vezes, surge inesperadamente. Pode surgir durante a madrugada, no meio de um passeio ou naquele feriadão em que todos viajaram e você não sabe nem o que fazer direito.  Algumas pessoas acabam tentando buscar ajuda na internet, outras acabam se automedicando com remédios farmacêuticos, o que não é indicado, pois, uma dose inadequada sem a devida orientação médica, pode trazer sérios riscos a sua saúde em geral, não é verdade?
Essas dores são causadas por diversos fatores e lembrando que cada dor é particular, algumas pessoas sentem de forma mais intensa, outras de forma mais leve, entre elas estão cáries, nascimento do dente do siso, problemas na polpa dentaria, doenças periodontais, etc.  De fato, existem vários fatores que contribuem para esse incomodo, podendo ser preciso até de um tratamento de canal em alguns casos. Confira os 3 tipos mais freqüente de dor de dente:


Cárie



As dores relacionadas à cárie são as mais comuns. Os sintomas basicamente são dores de dente ao mastigar algum alimento ou sensibilidade ao ingerir bebidas quentes, frias ou doces. É preciso ficar em alerta com esses sintomas, pois, a cárie pode prejudicar seu  dente e atingir o nervo. Isso resulta até mesmo em uma infecção na ponta da raiz, podendo levar a extração do dente. Entenda mais sobre a cárie AQUI. 



Nascimento do Siso



Conhecido popularmente como dente “queiro”, os terceiros molares ou dentes siso, também são uma das causas  para a grande maioria das pessoas sentirem fortes dores. Muitas vezes, ao romper a gengiva, esse dente provoca uma forte dor, causando inflamação e até uma infecção. Em alguns casos, quando não há espaço para seu nascimento, é necessário realizar a sua remoção. Por isso, é de grande importância procurar um dentista de confiança nos primeiros sintomas de dores. Assim, ele vai lhe indicar os melhores métodos para a diminuição da dor.



Doenças periodontais



São aquelas doenças que afetam desde a gengiva até o osso que envolve e suporta o dente. As duas principais doenças são: Gengivite e a Periodontite. Nem sempre os sintomas iniciais são dores fortes, por isso, é necessário ficar atento a sintomas como: Sangramento na gengiva, Gengiva inchada, etc. Ao surgimento desses sintomas, procure um dentista de imediato. Só assim você poderá evitar problemas maiores no futuro.



Como prevenir as doenças que causam dor de dente



O melhor caminho para evitar essas complicações, é prevenindo. Visita ao dentista de forma regular, a higienização correta e manter uma alimentação equilibrada. Como, por exemplo, evitar ingerir alimentos com grande quantidade de açúcar são etapas primordiais para manter a saúde bucal em dia. Baixe também o ClinApp, o aplicativo da Clin para clinetes. Através dele você pode ter acesso a um dentista on-line 24h,  o Doutor Clin, que irá tirar suas dúvidas odontológicas e ajudar você nos momentos que a dor surgir de forma inesperada.
…

Conheça as 3 tipos de dor de dente mais frequente

A dor de dente é um incômodo que, na maioria das vezes, surge inesperadamente. Pode surgir durante a madrugada, no meio de um passeio ou naquele feriadão em que todos viajaram e você não sabe nem o que fazer direito.  Algumas pessoas acabam tentando buscar ajuda na internet, outras acabam…

Saiba mais
grávida

Grávidas podem fazer obturação?

Sim. É possível que as grávidas possam passar por esse tipo de procedimento. Mas o primeiro passo é saber que o seu dentista precisa ter consciência da sua condição de gestante. Isso porque baseado nisso ele poderá escolher os melhores materiais e, até mesmo, ponderar a urgência do procedimento. Qual tipo…

Saiba mais
Todo mundo sabe da importância de cuidar da saúde, né verdade? Cada vez mais as pessoas estão se conscientizando que alimentação saudável e exercícios físicos formam uma dupla imbatível quando o assunto é viver mais e melhor. Mas não é só isso. Há inúmeros fatores que impactam, diretamente, na qualidade de vida de cada um de nós. A atenção que você dá a sua higiene bucal, por exemplo, pode prevenir, ou não, uma série de doenças ou contratempos que impactam na saúde do nosso corpo. Não negligenciar aquela dorzinha de dente, aquela cárie que pede uma ida ao dentista, mas sempre fica pra depois, aquele mau hálito que uma pastilha segue resolvendo enquanto você aprende a conviver com ele, tudo isso pode significar ou ser a porta de entrada de várias doenças, sabia? Mas isso é assunto pra outro post.
Agora vamos falar sobre um cuidado que tem sido motivo de muitas enfermidades: a saúde mental. Quem nunca ouviu a frase: “mente sã, corpo são”? É exatamente isso. Não adianta cuidar só do corpo, se a alma não vai bem.  Nos últimos anos, têm aumentado os casos de transtornos mentais ao redor do mundo. E a incidência desses transtornos também atinge, em grande escala, a população brasileira. Um levantamento feito pela Vittude, plataforma online voltada à saúde mental, comprovou que cerca de 86% dos brasileiros sofrem com algum tipo de transtorno psicológico, colocando em risco a saúde das pessoas.
Mas o que é saúde mental? Segundo a OMS, é um estado de bem-estar em que o indivíduo consegue, apesar das dificuldades do dia a dia, se sentir bem em relação a si mesmo e às pessoas ao seu redor. Além de ser produtivo e contribuir positivamente com a sociedade.
Quando alguma condição psicológica afeta o humor, a concentração ou o comportamento das pessoas, é possível que ali haja algum tipo de transtorno. Como, por exemplo, depressão e ansiedade, que, atualmente, são as doenças que mais afetam a população. Contudo, é de extrema importância que o diagnóstico seja feito por um profissional, pois só ele poderá mostrar os tratamentos e/ou medicamentos adequados. É aí que entram os psicólogos e psiquiatras. Muita gente ainda tem resistência pra buscar ajuda desses dois profissionais. O preconceito tem levado a negligenciar uma tristeza que não passa ou aquelas crises que fazem o coração acelerar do nada. Tudo por achar que quem vai ao psicólogo é louco, gente problemática e por aí vai uma série de bobagens que têm feito o mundo adoecer. Agora, por exemplo, com essa pandemia do coronavírus. Além do medo de ser infectado, o isolamento social, recomendado pelos especialistas, pode ser um gatilho para o surgimento de transtornos mentais. Por isso fique atento aos sinais que seu corpo e sua mente dão e avalie se você necessita de um acompanhamento profissional.    Ah, e se quiser falar com um médico ou um psicólogo sobre isso, basta acessar o ClinApp e clicar em Doutor Clin, que eles estão lá, disponíveis 24 horas pra te atender. Porque…

Saúde 360º

Todo mundo sabe da importância de cuidar da saúde, né verdade? Cada vez mais as pessoas estão se conscientizando que alimentação saudável e exercícios físicos formam uma dupla imbatível quando o assunto é viver mais e melhor. Mas não é só isso. Há inúmeros fatores que impactam, diretamente, na qualidade…

Saiba mais
Eu já perdi as contas de quantas vezes eu disse a vocês que saúde começa pelo boca, não foi? Só que, infelizmente, muitos ainda não acreditam nisso, mas a verdade é que os cuidados com boca contribuem diretamente para o bom funcionamento do organismo. Entretanto, nos últimos dias temos visto um grande aumento no número de casos da COVID-19 no País. Porém, a doença causada pelo novo coronavírus é apenas uma das infecções que têm como porta de entrada, também, a boca das pessoas.
Além dos vírus, fungos e bactérias quando entram no organismo, por ingestão ou pela circulação sanguínea, podem causar um desequilíbrio no funcionamento dos órgãos. Ocasionando vários tipos de doenças como, gastrite, endocardite inflamatória e até mesmo partos prematuros.



As consequências podem ser graves. Podendo, inclusive, levar o paciente a tratamentos mais complexos ou até mesmo a morte. Portanto, a prevenção é de extrema importância. Quando o assunto é nossa saúde, não podemos vacilar. Outra medida que pode nos ajudar a combater as infecções é a conscientização. Quando ajudamos uns aos outros a chance da gente superar períodos como o que estamos vivendo aumentam ainda mais. E não esqueçam nunca: Saúde começa pela boca sim! Então nada de levar a mão até ela sem higienizar antes, hein!


…

INFECÇÃO BUCAL PODE FAZER MAL A OUTROS ÓRGÃOS DO CORPO

Eu já perdi as contas de quantas vezes eu disse a vocês que saúde começa pelo boca, não foi? Só que, infelizmente, muitos ainda não acreditam nisso, mas a verdade é que os cuidados com boca contribuem diretamente para o bom funcionamento do organismo. Entretanto, nos últimos dias temos visto…

Saiba mais
Opinião e informação disponíveis em áudio a qualquer horário. Esse é o objetivo do podcast! Um tipo de programa de rádio on-line que você pode escolher o tema que preferir escutar. E como a Clin é uma empresa que promove saúde, já vamos indicar alguns podcasts para você escutar, tirar dúvidas ou matar alguma curiosidade! Fique ligado sempre porque saúde é muito importante e conhecimento nunca é demais!

Conheça os canais de podcast abaixo!

1) Saúde em Foco por Luis Fernando Correia (CBN): Saúde é, muitas vezes, uma questão de informação. A proposta do quadro da rádio, disponível em formato podcast, é levar mais informação aos ouvintes de forma simples e esclarecedora.

2) Consultório CBN: Traz sempre em suas pautas médicos que tiram dúvidas sobre doenças, tratamentos e bons hábitos de saúde.

3) Além do Bisturi: O podcast é uma parceria dos doutores Fabio Rieger e Ricardo Schneider para levar mais saúde para as pessoas. Nos seus conteúdos, eles sempre trazem temas para quebrar paradigmas e mitos em relação à saúde e alimentação.…

Mais informação sobre saúde no seu dia a dia

Opinião e informação disponíveis em áudio a qualquer horário. Esse é o objetivo do podcast! Um tipo de programa de rádio on-line que você pode escolher o tema que preferir escutar. E como a Clin é uma empresa que promove saúde, já vamos indicar alguns podcasts para você escutar, tirar…

Saiba mais