Desperta seu sorriso saudável

Saiba o que é a cárie

Cárie: o que é e como surge a vilã da saúde bucal?

Saúde começa pela boca. Com certeza você já ouviu essa frase, pelo menos, uma vez na vida. E é a mais pura verdade, sabia? A saúde está no que a gente come, no que a gente fala ou não fala (sim, quando a gente cala, aquilo fica fazendo mal as nossas emoções, muitas vezes) e, claro, na rotina de higiene bucal que adotamos, para evitar problemas como a cárie.

Desde pequena aquela boa a velha frase: “menina, vá escovar os dentes”, nos acompanha de manhã, de tarde e de noite, né? Quando a gente é criança, de maneira geral, acha chato ter que levantar ou parar a brincadeira pra limpar os dentinhos.  Isso sem falar no fio dental que também precisa ser passado. Ah, já ia esquecendo do enxaguante, tem esse rapazinho também.

Mas posso falar? Vale muito à pena esses minutinhos dedicados a limpeza dos dentes, sabia? Vale cada cara feia de quem tava já pegando no sono e teve que levantar da cama porque “esqueceu” de dar banho nos moradores da nossa boca. Ai, achei lindo “moradores da nossa boca”. Já pode usar com os filhotes, né não? Vale tudo pra convencer esses pequenos que prevenir é o melhor caminho. E é sobre isso, prevenção, que vou começar a falar. Antes, só uma perguntinha: você sabe o que é cárie?

O que é a cárie?

Chamei Dra. Talita Costa, nossa dentista líder do Doutor Clin, pra explicar tudinho pra gente. “A cárie é um foco de bactéria causado, basicamente por má higienização, aliada ao consumo exagerado de doces e carboidratos. Como a limpeza não é feita como deve ser, gera um acumulo de alimentos nos dentes, causando a cárie”, explica Dra Talita.

O que é a cárie? Consumo de doces pode contribuir para o surgimento da doença
Cárie: consumo exagerado de doces e chocolates pode ser prejudicial.

O problema é que se a gente for deixando essa situação piorar, o que começa com um pequeno comprometimento da arcada dentária, pode chegar ao tratamento de canal e até na perda desse dente. Olha só!  Mas e a prevenção? Vou falar dela agora. Até porque tenho absoluta certeza que você sabe como manter uma higiene oral adequada, né? Claro que sabe. Mas borá lembrar juntos.

Como fazer a prevenção?

Escovar os dentes assim que acorda e após todas as refeições, incluindo aquele milho assado, aquela maçã ou aquele bolinho delicioso, com ou sem açúcar, que você separou pro lanche. Não importa. Até bebida pode deixar resíduos nos dentes, sabia? Não é só mastigando que a gente suja os bichinhos. Mas não vale escovar os dentes correndo não, tá?

Passa o fio dental, com calma e delicadeza pra não ferir as gengivas, depois aquela escovação completa, movimentos circulares, sem força, passeando por toda a boca. Aquele bochecho pra finalizar e, se tiver o hábito de usar (e seria bom) um enxaguante bucal da sua preferência. Ah, pros adultos, uma pasta de dente com flúor ajuda muito, tá. Prefira.  

Bom, é isso. Por mais que parece óbvio que a gente tem que ter uma boa higiene bucal, a verdade é que a preguiça às vezes bate, que eu sei. Mas quando a gente pensa que a preguiça pode dar lugar a dor, ao incômodo ou até a perda de dente, joga essa danada pra longe e corre pro banheiro pra escovar esse sorriso. E é bom criar esse hábito nas crianças também, né?

Dra. Talita sempre diz que a melhor maneira de fazer os pequenos perderem o medo de dentista é manter a saúde bucal em dia, pois eles nunca vão sentir dor nas consultas, se forem sempre ao consultório pra fazer limpeza e prevenção. E não esqueça a primeira frase desse texto: saúde começa pela boca.  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.