Desperta seu sorriso saudável

Você sabia que o cigarro está conectado com mais de 50 enfermidades? A informação é do Instituto Nacional do Câncer (Inca) que aponta a dependência em nicotina como uma doença que pode desencadear várias outras como: cânceres, problemas no aparelho respiratório e cardiovascular.

O dia 29 de agosto é marcado como o Dia Nacional de Combate ao Fumo. É um alerta para o mal que o tabaco provoca, em especial, a influência direta no desenvolvimento do câncer de boca que representa 90% dos cânceres de bucais diagnosticados.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o oitavo no ranking de países com maior quantidade de fumantes. No total, temos cerca de 18 milhões viciados em nicotina, sem contar com os fumantes passivos que são afetados diretamente pelos efeitos do cigarro. Além disso, para quem fuma, as consequências começam a ser sentidas muito antes de uma doença mais séria se manifestar. Envelhecimento precoce das células do corpo, impotência sexual e infertilidade, especialmente em mulheres, são alguns dos sintomas que podem surgir.

Mas temos uma boa notícia. Em pesquisa divulgada em maio de 2019 pelo Ministério da Saúde ficou registrado que, nos últimos 12 anos, o número de fumantes brasileiros reduziu em 40%. O dado é importante, mas a realidade ainda é alarmante e por isso, chamar a atenção dos malefícios do cigarro ainda se faz necessário. Segundo a OMS, mais de oito milhões de pessoas morrem por ano, em todo mundo, em decorrência do tabagismo. Deste número, cerca de 1.2 milhão deste quantitativo são de vítimas do fumo passivo.

Por isso, fique esperto e aproveite a data para chamar a atenção daquele familiar ou amigo que ainda fuma. Todo cuidado contra esse vilão é pouco.…

O vilão que vira fumaça

Você sabia que o cigarro está conectado com mais de 50 enfermidades? A informação é do Instituto Nacional do Câncer (Inca) que aponta a dependência em nicotina como uma doença que pode desencadear várias outras como: cânceres, problemas no aparelho respiratório e cardiovascular.

O dia 29 de agosto é marcado como o Dia Nacional de Combate ao Fumo. É um alerta para o mal que o tabaco provoca, em especial, a influência direta no desenvolvimento do câncer de boca que representa 90% dos cânceres de bucais diagnosticados.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o oitavo no ranking de países com maior quantidade de fumantes. No total, temos cerca de 18 milhões viciados em nicotina, sem contar com os fumantes passivos que são afetados diretamente pelos efeitos do cigarro. Além disso, para quem fuma, as consequências começam a ser sentidas muito antes de uma doença mais séria se manifestar. Envelhecimento precoce das células do corpo, impotência sexual e infertilidade, especialmente em mulheres, são alguns dos sintomas que podem surgir.

Mas temos uma boa notícia. Em pesquisa divulgada em maio de 2019 pelo Ministério da Saúde ficou registrado que, nos últimos 12 anos, o número de fumantes brasileiros reduziu em 40%. O dado é importante, mas a realidade ainda é alarmante e por isso, chamar a atenção dos malefícios do cigarro ainda se faz necessário. Segundo a OMS, mais de oito milhões de pessoas morrem por ano, em todo mundo, em decorrência do tabagismo. Deste número, cerca de 1.2 milhão deste quantitativo são de vítimas do fumo passivo.

Por isso, fique esperto e aproveite a data para chamar a atenção daquele familiar ou amigo que ainda fuma. Todo cuidado contra esse vilão é pouco.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.