Desperta seu sorriso saudável

A criança corre, se esconde, chora, grita e faz qualquer negócio para que a hora da escovação seja deixada de lado. Vários pais contam episódios destes dentro de casa, mas como fazer para evitar esse tipo de situação?
A informação é sempre a melhor arma para ganhar a batalha em prol da saúde bucal. Uma boa estratégia é explicar a criança por quê escovar os dentes é tão importante. Quem pode ajudar a desmistificar os cuidados e como fazer a higiene diária fique mais fácil é o odontopediatra. “As visitas ao dentista devem começar logo cedo. Assim, o especialista já pode começar de pequenininho os cuidados adequados. Para ajudar com a missão da escovação indico que os pais comprem escova de dentes com bichinhos, para ajudar que a criança se interesse pelo momento. Se a criança quiser escovar sozinha, o adulto pode assessorar e depois pedir para finalizar a tarefa”, explica a odontopediatra, Dra. Maria Jaci Tiburcio.
Além do diálogo, para ajudar a escovação, os pais também podem convidar os brinquedos que o pequeno mais goste para se juntar a farra da escovação na pia. Assim, o que antes era um sofrimento, pode virar uma folia em família. Outro artifício é escolher o sabor que a criança preferir para o creme dental. Isso pode ser uma mão na roda, caso uma das razões para a resistência seja o sabor da pasta. Vale frisar que cremes com efeito branqueador devem ser evitados, assim como o adulto responsável deve chamar a atenção da criança para não engolir a pasta por causa do Flúor, que em excesso pode ser prejudicial ao organismo.
Ficar sem cuidar da saúde bucal é algo impensável. “A falta de escovação e higienização pode causar gengivite, mau hálito, lesões na boca e endocardite bacteriana”, explica Dra. Maria Jaci. Ou seja, não dá para deixar a criança sem realizar a escovação. Isso pode gerar um problema de saúde sério que pode ser totalmente evitável.…

Socorro! Meu filho não quer escovar os dentes!

A criança corre, se esconde, chora, grita e faz qualquer negócio para que a hora da escovação seja deixada de lado. Vários pais contam episódios destes dentro de casa, mas como fazer para evitar esse tipo de situação?

A informação é sempre a melhor arma para ganhar a batalha em prol da saúde bucal. Uma boa estratégia é explicar a criança por quê escovar os dentes é tão importante. Quem pode ajudar a desmistificar os cuidados e como fazer a higiene diária fique mais fácil é o odontopediatra. “As visitas ao dentista devem começar logo cedo. Assim, o especialista já pode começar de pequenininho os cuidados adequados. Para ajudar com a missão da escovação indico que os pais comprem escova de dentes com bichinhos, para ajudar que a criança se interesse pelo momento. Se a criança quiser escovar sozinha, o adulto pode assessorar e depois pedir para finalizar a tarefa”, explica a odontopediatra, Dra. Maria Jaci Tiburcio.

Além do diálogo, para ajudar a escovação, os pais também podem convidar os brinquedos que o pequeno mais goste para se juntar a farra da escovação na pia. Assim, o que antes era um sofrimento, pode virar uma folia em família. Outro artifício é escolher o sabor que a criança preferir para o creme dental. Isso pode ser uma mão na roda, caso uma das razões para a resistência seja o sabor da pasta. Vale frisar que cremes com efeito branqueador devem ser evitados, assim como o adulto responsável deve chamar a atenção da criança para não engolir a pasta por causa do Flúor, que em excesso pode ser prejudicial ao organismo.

Ficar sem cuidar da saúde bucal é algo impensável. “A falta de escovação e higienização pode causar gengivite, mau hálito, lesões na boca e endocardite bacteriana”, explica Dra. Maria Jaci. Ou seja, não dá para deixar a criança sem realizar a escovação. Isso pode gerar um problema de saúde sério que pode ser totalmente evitável.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.