Desperta seu sorriso saudável

A criança corre, se esconde, chora, grita e faz qualquer negócio para que a hora da escovação seja deixada de lado. Vários pais contam episódios destes dentro de casa, mas como fazer para evitar esse tipo de situação?
A informação é sempre a melhor arma para ganhar a batalha em prol da saúde bucal. Uma boa estratégia é explicar a criança por quê escovar os dentes é tão importante. Quem pode ajudar a desmistificar os cuidados e como fazer a higiene diária fique mais fácil é o odontopediatra. “As visitas ao dentista devem começar logo cedo. Assim, o especialista já pode começar de pequenininho os cuidados adequados. Para ajudar com a missão da escovação indico que os pais comprem escova de dentes com bichinhos, para ajudar que a criança se interesse pelo momento. Se a criança quiser escovar sozinha, o adulto pode assessorar e depois pedir para finalizar a tarefa”, explica a odontopediatra, Dra. Maria Jaci Tiburcio.
Além do diálogo, para ajudar a escovação, os pais também podem convidar os brinquedos que o pequeno mais goste para se juntar a farra da escovação na pia. Assim, o que antes era um sofrimento, pode virar uma folia em família. Outro artifício é escolher o sabor que a criança preferir para o creme dental. Isso pode ser uma mão na roda, caso uma das razões para a resistência seja o sabor da pasta. Vale frisar que cremes com efeito branqueador devem ser evitados, assim como o adulto responsável deve chamar a atenção da criança para não engolir a pasta por causa do Flúor, que em excesso pode ser prejudicial ao organismo.
Ficar sem cuidar da saúde bucal é algo impensável. “A falta de escovação e higienização pode causar gengivite, mau hálito, lesões na boca e endocardite bacteriana”, explica Dra. Maria Jaci. Ou seja, não dá para deixar a criança sem realizar a escovação. Isso pode gerar um problema de saúde sério que pode ser totalmente evitável.…

Socorro! Meu filho não quer escovar os dentes!

A criança corre, se esconde, chora, grita e faz qualquer negócio para que a hora da escovação seja deixada de lado. Vários pais contam episódios destes dentro de casa, mas como fazer para evitar esse tipo de situação? A informação é sempre a melhor arma para ganhar a batalha em prol…

Saiba mais
Você sabia que o cigarro está conectado com mais de 50 enfermidades? A informação é do Instituto Nacional do Câncer (Inca) que aponta a dependência em nicotina como uma doença que pode desencadear várias outras como: cânceres, problemas no aparelho respiratório e cardiovascular.

O dia 29 de agosto é marcado como o Dia Nacional de Combate ao Fumo. É um alerta para o mal que o tabaco provoca, em especial, a influência direta no desenvolvimento do câncer de boca que representa 90% dos cânceres de bucais diagnosticados.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o oitavo no ranking de países com maior quantidade de fumantes. No total, temos cerca de 18 milhões viciados em nicotina, sem contar com os fumantes passivos que são afetados diretamente pelos efeitos do cigarro. Além disso, para quem fuma, as consequências começam a ser sentidas muito antes de uma doença mais séria se manifestar. Envelhecimento precoce das células do corpo, impotência sexual e infertilidade, especialmente em mulheres, são alguns dos sintomas que podem surgir.

Mas temos uma boa notícia. Em pesquisa divulgada em maio de 2019 pelo Ministério da Saúde ficou registrado que, nos últimos 12 anos, o número de fumantes brasileiros reduziu em 40%. O dado é importante, mas a realidade ainda é alarmante e por isso, chamar a atenção dos malefícios do cigarro ainda se faz necessário. Segundo a OMS, mais de oito milhões de pessoas morrem por ano, em todo mundo, em decorrência do tabagismo. Deste número, cerca de 1.2 milhão deste quantitativo são de vítimas do fumo passivo.

Por isso, fique esperto e aproveite a data para chamar a atenção daquele familiar ou amigo que ainda fuma. Todo cuidado contra esse vilão é pouco.…

O vilão que vira fumaça

Você sabia que o cigarro está conectado com mais de 50 enfermidades? A informação é do Instituto Nacional do Câncer (Inca) que aponta a dependência em nicotina como uma doença que pode desencadear várias outras como: cânceres, problemas no aparelho respiratório e cardiovascular. O dia 29 de agosto é marcado como…

Saiba mais
A ciência avança e faz descobertas diariamente. No entanto, não é preciso muito conhecimento científico para saber que sorrir faz um bem danado à saúde. O riso está diretamente ligado à sensação de bem-estar. Para conhecer mais benefícios de dar uma boa risada, várias instituições de ensino estudaram a ação e tiraram as seguintes conclusões:

1-    Você fica mais feliz se sorrir e de bônus ainda fica com o sistema imunológico mais forte – O cérebro é estimulado a liberar endorfina e serotonina ao sorrir. As substâncias são conhecidas como hormônios da felicidade. Estudos apontam que os níveis de cortisol e adrenalina, ambos relacionados a stress, caem. Isso faz com que as células de defesa também fiquem mais ativas.

2-    Sorrir emagrece – A Universidade Vanderbilt, localizada no estado do Tennessee concluiu em um estudo que rir de 10 a 15 minutos por dia pode ajudar a queimar até 40 calorias a mais. Pode parecer pouco, mas isso pode te ajudar a queimar até 2 kgs a mais por ano.

3-    Melhora sua capacidade de aprendizado e de memória – Estudo feito por dois pesquisadores da Universidade de Ohio descobriu que ao adicionar humor em aulas on-line, os alunos tiveram um melhor desempenho do que as aulas que não usava e interagiram mais. Outro estudo da Universidade de Loma Linda atestou que gargalhadas ajudam a melhorar a memória de curto prazo.
Em resumo: vamos rir porque, cada vez mais, a gente confirma que é o melhor remédio.…

Estudos mostram que rir traz uma série de benefícios para o corpo

A ciência avança e faz descobertas diariamente. No entanto, não é preciso muito conhecimento científico para saber que sorrir faz um bem danado à saúde. O riso está diretamente ligado à sensação de bem-estar. Para conhecer mais benefícios de dar uma boa risada, várias instituições de ensino estudaram a ação…

Saiba mais
A indústria cinematográfica sempre faz um recorte da realidade para trabalhar em seus roteiros, não é? É nesse contexto que os dentistas, figura constante no dia a dia das pessoas, entram nas grandes produções. E, por vezes, com destaque, valorizando o cuidado com a saúde bucal e o sorriso. Para conferir alguns filmes que a profissão aparece com mais destaque, veja abaixo a lista. Assista quando puder! Essas indicações valem a pena para se divertir.

1 – Maldita Sorte – Para quem ama comédia romântica, esse filme é uma excelente indicação! O enredo começa com o personagem principal, Charlie, aos 10 anos, e quando ele se recusa a beijar uma garota em uma brincadeira. Vingativa, ela o amaldiçoa. 15 anos depois, Charlie é um bem sucedido dentista, que em uma festa de casamento de uma ex-namorada, descobre que a maldição lançada pegou. Ou seja, todas as garotas com que ele se relacionou, depois dele encontraram, no namorado seguinte, o amor verdadeiro.

2 – Procurando Nemo – Filme super popular entre crianças e adultos, conta a história de superação entre pai e filho. O conto lúdico camufla várias questões como deficiência e a perda de entes queridos. No meio da aventura, Nemo é capturado e vira um peixe de aquário em um consultório odontológico em Sydney, Austrália. Cabe ao seu pai, Marlin, um peixe-palhaço encarar a ação de resgatá-lo.

3 – A Fantástica Fábrica de Chocolates (2005) – O filme, dirigido por Tim Burton, se diferenciou um pouco da primeira versão por mostrar mais da história do personagem Willy Wonka, dono da fábrica. Em partes do filme, mostra lembranças da infância do proprietário. Nas cenas, mostra que ele usava aparelho ortodôntico, colocado pelo seu pai, dentista, que não o permitia comer doces. E que só quando cresceu, Wonka montou a indústria de chocolates. A chegada de Charlie, uma das crianças que ganhou o ticket que dava o direito de conhecer a fábrica, ajuda a reaproximar pai e filho. Vale assistir!

Bônus: Friends – Não é filme, mas é uma série das boas! Nas primeiras temporadas de Friends, Barry Farber é o ex-noivo da personagem Rachel Green é dentista e protagoniza cenas engraçadas em alguns episódios.
Lembra de mais filmes legais em que um dentista é parte fundamental da trama? Então comenta com a gente! O mais bacana é ver que esta profissão tão importante tem lugar cativo em Hollywood e no cotidiano das pessoas.…

Dentistas nas telonas hollywoodianas

A indústria cinematográfica sempre faz um recorte da realidade para trabalhar em seus roteiros, não é? É nesse contexto que os dentistas, figura constante no dia a dia das pessoas, entram nas grandes produções. E, por vezes, com destaque, valorizando o cuidado com a saúde bucal e o sorriso. Para…

Saiba mais
Basta só pensar no barulhinho da broca do dentista que muita gente já se arrepia. O que para alguns é um leve desconforto, para outros pode dar mais do que só nervosismo e acabar desencadeando crises de pânico. Pesquisadores da start up de produtos dentários, Hello Products, fizeram um estudo nos Estados Unidos e descobriram que 6 entre cada 10 adultos americanos tem medo demais para se consultar com o dentista.

Não há uma conduta única e específica. No entanto, especialmente quando o paciente é uma criança, pode ser uma boa ideia o dentista mostrar o consultório ao pequeno. É compreensível que os pequeninos estranhem o ambiente, já que, em virtude da idade, eles devem ter ido poucas vezes ou nunca tenham ido a uma clínica odontológica. Por isso, nas primeiras consultas é importante mostrar os utensílios que serão utilizados e os aparelhos para a criança poder se acostumar com o espaço e com a consulta.

Outra técnica, desta vez psicológica, que pode ajudar adultos que tem fobia de dentista é a dessensibilização sistemática. É uma terapia de exposição gradual em que o paciente é exposto pouco a pouco ao estímulo causador do medo. Ao mesmo tempo, em que ele é induzido a ficar relaxado. Esta técnica, inclusive, pode ser usada para tratar diversos traumas.

E você, paciente, se sentir ansiedade ou medo, seja por causa do barulho do equipamento odontológico, sabor de sangue na boca ou outro motivo sinalize para o seu dentista. Dessa maneira, ele poderá aplicar alguma técnica para aliviar o medo ou indicar uma solução. Além disso, criará uma relação de confiança que pode facilitar a continuidade de qualquer tratamento. Garantindo, desta maneira, a sua saúde bucal.…

Conheça algumas técnicas para ajudar a combater o medo de dentista

Basta só pensar no barulhinho da broca do dentista que muita gente já se arrepia. O que para alguns é um leve desconforto, para outros pode dar mais do que só nervosismo e acabar desencadeando crises de pânico. Pesquisadores da start up de produtos dentários, Hello Products, fizeram um estudo…

Saiba mais