Desperta seu sorriso saudável

Saber se relacionar com aqueles que vem para uma consulta pode ser a chave para a fidelização

O que o seu paciente procura ao entrar no seu consultório? O que faz ele voltar para a sua cadeira? Quantas consultas em média ele faz por ano? Você sabe responder todas essas perguntas? Se você não soube responder todas as questões é sinal que talvez você não esteja se relacionando tão bem com os seus pacientes.

É importante ter em mente que para se relacionar com o paciente, além de precisar conhecê-lo, é fundamental ter um bom diálogo e empatia. Uma dica para criar um laço é anotar na ficha dele qualquer pequeno detalhe que o paciente te contar sobre a vida pessoal ou profissional. Dessa maneira, na próxima visita dele, você lê essas observações e já pode engrenar um papo simpático. A impressão do paciente é que o profissional que está cuidando dele é muito atencioso. E isso, sem dúvidas, é um diferencial.

Existem outras formas de se relacionar com o paciente, como, por exemplo, redes sociais. Crie uma página no Facebook e Instagram que você consiga atualizar uma ou duas vezes por semana. O conteúdo pode ser composto por dicas ou novidades da sua área de atuação. Nessas ocasiões, lembre-se que sempre que usar um termo técnico da odontologiade explicá-lo. Além de incluir para que todos entendam, isso também promove o sentimento de que você é uma autoridade no assunto e que merece credibilidade.

Outra ideia é ter no registro de pacientes a data de aniversário deles, dessa maneira você pode mandar um e-mail ou um sms com uma mensagem padrão de felicitações que com certeza será bem recebida. Através do telefone, outra ideia prática é deixar agendado para ligar para o paciente seis meses após a última consulta. Dessa maneira fica mais fácil garantir que, pelo menos, duas vezes por ano seu paciente vai lembrar de marcar um momento para checar a saúde bucal.

Todos essas dicas citadas são formas de contato para construir um relacionamento com o paciente. Quadros caros, equipamentos de última geração e uma clínica enorme podem até ajudar a dar mais conforto e credibilidade para o seu negócio, mas alguns aspectos, como, por exemplo, uma boa relação, são cruciais para fidelizar o seu paciente e, consequentemente, atrair novos. É válido frisar que uma vez que a fidelização é estabelecida isso costuma mudar a percepção de valor do paciente, fazendo com que o preço do tratamento não seja um motivo para ele desistir ou procurar outro dentista.…

Dentista, você conhece e dialoga com o seu paciente?

Saber se relacionar com aqueles que vem para uma consulta pode ser a chave para a fidelização

O que o seu paciente procura ao entrar no seu consultório? O que faz ele voltar para a sua cadeira? Quantas consultas em média ele faz por ano? Você sabe responder todas essas perguntas? Se você não soube responder todas as questões é sinal que talvez você não esteja se relacionando tão bem com os seus pacientes.

É importante ter em mente que para se relacionar com o paciente, além de precisar conhecê-lo, é fundamental ter um bom diálogo e empatia. Uma dica para criar um laço é anotar na ficha dele qualquer pequeno detalhe que o paciente te contar sobre a vida pessoal ou profissional. Dessa maneira, na próxima visita dele, você lê essas observações e já pode engrenar um papo simpático. A impressão do paciente é que o profissional que está cuidando dele é muito atencioso. E isso, sem dúvidas, é um diferencial.

Existem outras formas de se relacionar com o paciente, como, por exemplo, redes sociais. Crie uma página no Facebook e Instagram que você consiga atualizar uma ou duas vezes por semana. O conteúdo pode ser composto por dicas ou novidades da sua área de atuação. Nessas ocasiões, lembre-se que sempre que usar um termo técnico da odontologiade explicá-lo. Além de incluir para que todos entendam, isso também promove o sentimento de que você é uma autoridade no assunto e que merece credibilidade.

Outra ideia é ter no registro de pacientes a data de aniversário deles, dessa maneira você pode mandar um e-mail ou um sms com uma mensagem padrão de felicitações que com certeza será bem recebida. Através do telefone, outra ideia prática é deixar agendado para ligar para o paciente seis meses após a última consulta. Dessa maneira fica mais fácil garantir que, pelo menos, duas vezes por ano seu paciente vai lembrar de marcar um momento para checar a saúde bucal.

Todos essas dicas citadas são formas de contato para construir um relacionamento com o paciente. Quadros caros, equipamentos de última geração e uma clínica enorme podem até ajudar a dar mais conforto e credibilidade para o seu negócio, mas alguns aspectos, como, por exemplo, uma boa relação, são cruciais para fidelizar o seu paciente e, consequentemente, atrair novos. É válido frisar que uma vez que a fidelização é estabelecida isso costuma mudar a percepção de valor do paciente, fazendo com que o preço do tratamento não seja um motivo para ele desistir ou procurar outro dentista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.