Categoria: Dicas de Saúde

Basta só pensar no barulhinho da broca do dentista que muita gente já se arrepia. O que para alguns é um leve desconforto, para outros pode dar mais do que só nervosismo e acabar desencadeando crises de pânico. Pesquisadores da start up de produtos dentários, Hello Products, fizeram um estudo nos Estados Unidos e descobriram que 6 entre cada 10 adultos americanos tem medo demais para se consultar com o dentista.

Não há uma conduta única e específica. No entanto, especialmente quando o paciente é uma criança, pode ser uma boa ideia o dentista mostrar o consultório ao pequeno. É compreensível que os pequeninos estranhem o ambiente, já que, em virtude da idade, eles devem ter ido poucas vezes ou nunca tenham ido a uma clínica odontológica. Por isso, nas primeiras consultas é importante mostrar os utensílios que serão utilizados e os aparelhos para a criança poder se acostumar com o espaço e com a consulta.

Outra técnica, desta vez psicológica, que pode ajudar adultos que tem fobia de dentista é a dessensibilização sistemática. É uma terapia de exposição gradual em que o paciente é exposto pouco a pouco ao estímulo causador do medo. Ao mesmo tempo, em que ele é induzido a ficar relaxado. Esta técnica, inclusive, pode ser usada para tratar diversos traumas.

E você, paciente, se sentir ansiedade ou medo, seja por causa do barulho do equipamento odontológico, sabor de sangue na boca ou outro motivo sinalize para o seu dentista. Dessa maneira, ele poderá aplicar alguma técnica para aliviar o medo ou indicar uma solução. Além disso, criará uma relação de confiança que pode facilitar a continuidade de qualquer tratamento. Garantindo, desta maneira, a sua saúde bucal.…

Conheça algumas técnicas para ajudar a combater o medo de dentista

Basta só pensar no barulhinho da broca do dentista que muita gente já se arrepia. O que para alguns é um leve desconforto, para outros pode dar mais do que só nervosismo e acabar desencadeando crises de pânico. Pesquisadores da start up de produtos dentários, Hello Products, fizeram um estudo…

Saiba mais
Decorrente de vários fatores, o mau hálito é um problema que atinge muitas pessoas. As causas são inúmeras e vão desde a falta de higienização até a problemas estomacais. Existem vários cuidados que podem ser realizados para evitar que aqueles que passam pelo mal sofram por muito tempo. Saiba o que provoca e como contornar: 

 
Causas:
A falta de higienização permite que resquícios de alimentos acabem se acumulando nos dentes, nas gengivas e até na língua fazendo com que as bactérias se proliferem, liberando substâncias químicas com forte odor. Além da maioria dos casos de mau hálito terem origem na própria língua, também existem as causas extrabucais, que podem vir de dentro do organismo, como problemas estomacais. Pessoas que tem problemas com boca seca também apresentam um risco grande de mau hálito, assim como o cigarro e algumas medicações. 

 
Cuidados: 
Para que o mau hálito seja vencido, é necessário manter a higiene bucal diária completa. Nunca esqueça de limpar os seus dentes, gengiva e língua. Adicionar uma alimentação balanceada também contribui, já que, muitas vezes alguns alimentos acabam ocasionando o mau hálito. Qualquer sinal, procure um especialista para te ajudar a combater este problema. 

 

Leia também sobre alimentos que ajudam na saúde bucal …

Você sabe quais as causas do mau hálito?

Decorrente de vários fatores, o mau hálito é um problema que atinge muitas pessoas. As causas são inúmeras e vão desde a falta de higienização até a problemas estomacais. Existem vários cuidados que podem ser realizados para evitar que aqueles que passam pelo mal sofram por muito tempo. Saiba o…

Saiba mais
Oficialmente, o verão acaba no dia 20 deste mês, mas, na prática, parece que a estação permanece por vários meses em diversas cidades. Com o calor, muitas pessoas acabam ingerindo uma grande quantidade de bebidas geladas e picolés para amenizar a temperatura. Mas você sabia que algumas destas práticas feitas no verão pode ser prejudicial para a sua saúde bucal? Saiba como evitar esse problema lendo duas dicas abaixo!

 

 

 	
Prefira ingerir bebidas geladas com canudo


 

Além de dar a oportunidade de surgir uma cárie, por causa da grande quantidade de açúcar que normalmente sorvetes e outras bebidas geladas têm, esse tipo de alimento pode trazer outros problemas. Para quem tem dentes sensíveis, por exemplos, líquidos muito gelados podem trazer o um forte incômodo. Já os sucos cítricos como limão e laranja devem fazer parte da dieta com moderação, uma vez que eles podem estimular uma erosão dentária, fazendo com que a dentina fique exposta o que também pode trazer dor ou desconforto. Uma dica válida e que pode amenizar o fato dos gelados não entrarem tanto em contato direto com os dentes é usar o canudo.   

 

 	
Leve sempre o seu kit de higiene bucal



Pode ser um período de férias, lazer e muita praia, mas as pessoas não devem nunca descuidar da saúde bucal. É comum passar o dia inteiro fora de casa, porém, é necessário levar sempre na sua bagagem a sua escova de dentes, pasta e o fio dental. 

Cuidar da saúde bucal independe das estações. Por isso, deixe a sua higienização em dia e sempre consulte o seu dentista para se manter saudável. …

Cuidados com a saúde no final deste verão

Oficialmente, o verão acaba no dia 20 deste mês, mas, na prática, parece que a estação permanece por vários meses em diversas cidades. Com o calor, muitas pessoas acabam ingerindo uma grande quantidade de bebidas geladas e picolés para amenizar a temperatura. Mas você sabia que algumas destas práticas feitas…

Saiba mais
Existem inúmeros aparelhos ortodônticos de diferentes modelos, porém, todos eles têm um objetivo em comum: alinhar o seu sorriso! Também conhecidos como aparelho dentário, para quem usa, ele acaba tornando-se um acessório, por isso, a cor e o modelo muitas vezes acaba indo de acordo com o estilo do paciente. Conheça 4 tipos de aparelhos e suas funções: 

 
Aparelho fixo: 
 

O aparelho fixo é aquele que possui braquetes e é o tipo mais comum entre os pacientes. Este tipo de aparelho requer uma higienização maior, pois, muitos alimentos acabam ficando presos e quando não feita a escovação e o uso adequado do fio dental, alguns problemas como cáries podem acabar atrapalhando o tratamento. Com este tipo de aparelho, os dentes são alinhados e puxados através dos fios e ligas para se encaixarem na posição correta. 

 
Aparelho móvel: 
 

O Aparelho móvel é o mais indicado para crianças com até 12 anos – que podem ou não já possuir dentição definitiva. Este tipo de aparelho tem a função de manter os dentes na posição correta. Por isso, mesmo após a retirada do aparelho fixo, ele deve ter o uso constante para que o tratamento realmente seja efetivo. 
Aparelho lingual: 

Destinado para casos de curta duração, o aparelho lingual tem a mesma função do aparelho fixo, porém, os braquetes dele são colados na parte interna dos dentes. Quem observa, mal sabe que você está usando aparelho, já que os dentes conseguem esconder.

 
Aparelho fixo estético: 
 

Assim como os outros aparelhos,  o aparelho fixo estético tem a função de corrigir os dentes desalinhados. Porém, ele utiliza-se de materiais transparentes, fazendo com que tenha uma diferenciação quando comparado ao metálico. Este tipo de aparelho é super discreto, onde o braquete pode ser feito de safira, porcelana ou policarbonato.  

Além destes, há vários tipos de aparelhos e funções. Porém, a melhor pessoa para identificar qual é o necessário para o seu tratamento é o seu dentista. Por isto, esteja sempre em dia com as visitas ao especialista! 

 

Encontre o dentista mais próximo através do nosso site ou App. Basta acessar : WWW.PLANOCLIN.COM.BR em seguida no lado esquerdo da tela tem o nome ‘’ ENCONTRE SEU DENTISTA’’

 

Preencha os campos desejados que irão filtrar a sua pesquisa e encontre o dentista mais próximo de você!…

Conheça 4 tipos aparelho ortodôntico e suas funções

Existem inúmeros aparelhos ortodônticos de diferentes modelos, porém, todos eles têm um objetivo em comum: alinhar o seu sorriso! Também conhecidos como aparelho dentário, para quem usa, ele acaba tornando-se um acessório, por isso, a cor e o modelo muitas vezes acaba indo de acordo com o estilo do paciente.…

Saiba mais
Ao olhar despercebido, elas parecem atitudes inofensivas. No entanto, em alguns casos, de acordo com o que a frequência em que elas acabam sendo feitas, elas podem se tornar algo grave, como, por exemplo, palitar os dentes. Os hábitos diários refletem muito na saúde bucal e por isso é preciso estar sempre atento para se manter saudável. 

 

 	
Ir dormir sem escovar os dentes


 

Lembra quando a mãe diz ‘’Você tem que escovar os dentes antes de dormir!” Esta afirmação é extremamente válida até na fase adulta. Responsável por umedecer os dentes fazendo uma lavagem superficial, a saliva é uma aliada quando o assunto é remoção de restos de alimentos da boca – uma vez que ela também ajuda a deglutição. Porém, no período da noite, o fluxo salivar acaba diminuindo, o que torna a boca quente e úmida, propiciando a proliferação de bactérias. É aí que entra a importância da higienização bucal antes de dormir. Por isso, sempre escove bem os dentes antes de dormir! 


 	
 Palitar os dentes


 

Palitar os dentes não é a mesma coisa que passar o fio dental! Muitos acham que esta atitude também está correta, porém, o palito de dente pode causar problemas na gengiva e até causar algo mais sério como lesões. Utilize sempre o fio dental! 

 

 	
 Roer unhas 


 

Além de trazer uma série de bactérias e fungos para a boca, roer unhas desgasta os dentes, e isso pode fazer com que a sua saúde bucal seja prejudicada. Evite tal hábito! 

 

Além desses, outros costumes são tão prejudiciais quanto. Alguns exemplos que também merecem ser citados são: abrir as embalagens de plástico com os dentes e consumir alimentos muito duros. Fique atento ao que pode prejudicar a sua saúde bucal e erradique esse hábito da sua vida. Além disso, mantenha visitas regulares ao seu dentista. …

Três hábitos que prejudicam a saúde bucal

Ao olhar despercebido, elas parecem atitudes inofensivas. No entanto, em alguns casos, de acordo com o que a frequência em que elas acabam sendo feitas, elas podem se tornar algo grave, como, por exemplo, palitar os dentes. Os hábitos diários refletem muito na saúde bucal e por isso é preciso…

Saiba mais